Início > Sobre el Labradoodle > O Labradoodle não é uma raça

O LABRADOODLE NÃO É UMA RAÇA

Um cão de raça necessita ter certas características constantes


Não existe consenso entre os criadores sobre o padrão que este cão deveria ter, pelo que é muito difícil prever como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes entre criadores.
Não existe consenso entre os criadores, pelo que é muito difícil saber como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes.

É IMPORTANTE QUE UM CÃO SEJA DE RAÇA?

Que um cão seja de raça é importante se estiver procurando determinadas características concretas num cão. Que o cão seja de raça significa que tem uma genética estável e existem coisas comuns em todos os especímenes dessa raça. Isso quer dizer que se pode prever em grande parte o seu caráter, a sua aparência, as suas necessidades e como será a sua relação com ele. O Labradoodle não é um cão de raça, pelo que é difícil prever as suas qualidades. Procura um cão hipoalergénico, com potencial para converter-se em cão de terapia ou assistência e muito carinhoso? O Labradoodle não é a melhor opção.

PORQUE É QUE O LABRADOODLE NUNCA SERÁ UMA RAÇA?

Não existe consenso entre os criadores, pelo que é muito difícil saber como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes.
A SUA HISTÓRIA
A evolução do Labradoodle foi tortuosa. O criador do Labradoodle foi detratado e não conseguiu registá-lo como uma raça. Popularizou-se, particulares sem conhecimentos começaram a criar Labradoodles e os cães já não respondiam às características pelas quais eram procurados (cães hipoalergénicos com um temperamento equilibrado). Além disso, ao não existir um padrão único, os criadores conseguiram resultados pouco homogéneos, o que permite falar de uma raça. Existe demasiada confusão e falta de profissionalismo na história dos Labradoodles e por isso nenhuma instituição quer aceitar o nome “Labradoodle” para registá-los como raça pura.
Não existe consenso entre os criadores, pelo que é muito difícil saber como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes.
O SEU NOME

O nome Labradoodle provém da combinação do nome Labrador e Poddle (Caniche). O nome faz referência ao cruzamento destas duas raças realizado por Wally Conron para criar um cão com um temperamento apto para ser um cão-guia e que também fosse hipoalergénico. O facto de que o nome “Labradoodle” se refira a um cruzamento é pouco compatível com a ideia de registá-lo como nome de uma raça pura, uma vez que resulta bastante confuso que o nome de uma raça pura seja composto por outras duas raças de cães. É incongruente, e por isso nenhuma instituição o aceitaria como nome de raça.



O QUE FAZ COM QUE UM CÃO SEJA DE RAÇA PURA?

SEQUÊNCIA PRÓPRIA DE ADN
Os cães têm uma sequência própria de ADN que se mantém estável através das gerações. Isto á o que faz com que as características da raça se mantenham em cada ninhada e possamos falar de aspetos previsíveis em futuros cachorros. O Labradoodle não tem uma sequência própria de ADN que se repita em pais e filhos, enquanto que isso ocorre com o Australian Cobberdog.

PADRÃO ÚNICO DE RAÇA
O padrão de uma raça estabelece o ideal dessa raça e serve como referência para os criadores no momento de selecionar os cães para criar. É importante que só exista um padrão de raça para que todos os criadores realizem o seu trabalho procurando o mesmo objetivo. No caso dos Labradoodle não existe um padrão único de raça, o que dá lugar a cães pouco homogéneos entre eles.


REGISTO DE CÃES DE CRIAÇÃO
Na hora de estabelecer uma raça é importante conhecer a ascendência dos cães para ter um controlo dos possíveis problemas hereditários de futura descendência, comprovar que cumprem com o padrão de raça e certificar que os seus pais são efetivamente de raça. No caso do Australian Cobberdog há um registo único para os cães sementais e fêmeas de criação, mas com o Labradoodle isso não ocorre.
CONTROLO DE INFUSÕES
Uma infusão refere-se a quando num programa de criação de uma raça se faz uma monta com outra raça para potenciar ou eliminar um aspeto concreto. Para evitar desvios da raça deve haver uma instituição, como a MDBA no caso do Australian Cobberdog, que controle esta prática para aprovar a infusão e garantir que o programa de criação se mantém fiel ao objetivo da raça.


NÚMERO MÍNIMO DE GERAÇÕES
Não se pode considerar uma raça a um cruzamento entre cães. Uma raça deve ser formada por suficientes gerações dessa mesma raça. Para que um cão seja considerado de raça, pelo menos os seus pais, avós e bisavós deviam ser dessa raça. Isto será um dos pontos importantes para conseguir que as características dos cães sejam previsíveis.

PEDIGREE E GENEALOGIA
O pedigree de um cão, além de garantir a sua pertença a uma raça, certifica a sua genealogia e mostra-nos quem são os antepassados do cão. Isto ajuda-nos a conhecer a sua linha genética. Além disso, o pedigree demonstra que o programa de criação se realiza sob os critérios de criação que a instituição que emite o documento impõe aos seus associados.


Não existe consenso entre os criadores, pelo que é muito difícil saber como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes.

O AUSTRALIAN COBBERDOG É O LABRADOODLE DE RAÇA PURA

O Labradoodle foi criado por Wally Conron para converter-se num cão hipoalergénico com o temperamento adequado para realizar labores de terapia e assistência. No entanto, ao popularizar-se, muitos criadores começaram a criá-lo sem seguirem estes critérios e o resultado foi-se desvirtuando dando lugar a cães nervosos, difíceis de treinar e que em muitas ocasiões não eram hipoalergénicos. Também surgiram diferentes clubes e associações do Labradoodle que criaram as suas próprias normas e padrões, o que fez aumentar o grau de confusão em torno destes cães. Foi motivado por tudo isso que começou o programa de criação do Australian Cobberdog, para conseguir convertê-lo no que o Labradoodle devia ter sido: o cão hipoalergénico para assistência e terapia. Assim o prevê o seu padrão único de raça e assim se encarrega de garanti-lo o MBDA, instituição australiana encarregada do registo de cães Australian Cobberdog.
Não existe consenso entre os criadores, pelo que é muito difícil saber como vai ser um Labradoodle, pois os critérios de criação são muito diferentes.
O AUSTRALIAN COBBERDOG É O LABRADOODLE DE RAÇA PURA
Australian Cobberdog é uma raça pura reconhecida pelo MDBA (registo internacional de cães de raça pura) desde janeiro de 2012 e possui a sua própria sequência de ADN. O MBDA é também a instituição encarregada de assegurar-se que os procedimentos de criação são efetuados corretamente para garantir a qualidade de vida das futuras gerações das raças através das boas práticas do criador, cujos critérios de criação devem ser o bom caráter e a boa saúde dos cachorros. Apenas os criadores registados no MDBA têm legitimidade para garantir que os seus cães são pura raça Australian Cobberdog e que, portanto, a qualidade dos seus cães está garantida.

(+34) 93 590 93 97

Informação e consultas sobre o Australian Cobberdog

Contacto